quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

COMO IR A ILHA DE BOIPEBA, PERTENCE A CAIRÚ, BAHIA, BRASIL.

COLOQUEI DICAS DE LUGARES, COMO SE MOVIMENTAR POR LÁ E FOTOS. VALE À PENA PRA QUEM GOSTA DE LUGARES DESERTOS E PRAIAS LINDÍSSIMAS.

Aqui é a cidade de Valença-BA, zona portuária. Todos os barcos e lanchas para a maioria dos lugares, sai daqui, tem horários e informações, lá embaixo, claro.
Aqui, embaixo, é a praça principal de Cairú, em frente ao cais. Chegando em Cairú esta é a primeira paisagem, para ir aos outros lugares.


Abaixo, a rua principal de Cairú, onde tem a prefeitura, biblioteca e sobe até a igreja e convento.
Abaixo, os caminhos estreitos que nos levam a ilha de Boipeba, só quem conhece muito mesmo.

Aqui é a rua principal que chega na única pracinha da ilha. Até o momento, não tem local que aceita cartão de crédito. Celular não pega mas tem lan house, mercados, pousadas baratas e de todos os tipos mas para ir a outras praias: a pé, com trator e lanchas.
Assim que se chega no cais de Cairú, é essa a visão que se tem, hoje.
Tem muitas praias, essa é a primeira. Fui a pé até a praia de Moreré. São várias.

Vista de cima, uma das praias.

As praias são desertas, sem perigo de assaltos, tranquilas e lindas.


Aqui é a Moreré, com piscinas naturais, alguns nativos, tem o lado raso e outro muito fundo.

Aqui é um rio que sai de dentro da ilha mas é de água salgada. Tem como andar pelas praias quando a maré esta baixa e por dentro mas é mais longe e quente, só com guia por dentro para não se perder porque parece que não vai chegar nunca.
Uma das caminhadas por dentro, também, lindo. Tem fazendas.
Aqui, é do outro lado, na outra ilha como o mapa. Estou na ilha de Boipeba olhando a ilha que vai para praia de Garapuá e por dentro, posso chegar no Morro de SP.
São várias praias e ilhas, para se localizar é sempre bom olhar no mapa e são lugares lindos.


terça-feira, 25 de janeiro de 2011

13/12 É MEU ANIVERSÁRIO MAS COMEMOREI, BEM DEPOIS...RS.

Eu estava na Bahia e foi o meu presente de Deus, de aniversário mas eu acho que um bolinho, faz falta. Então, quase um mês depois, eu comprei um bolo e comemorei com minha pequena família, só para não ficar sem o bolo. Ainda não estava fazendo minha dieta.

Agora, nada de bolinho...

Sei que para uns é bobeira, outros é uma cultura pagã mas eu fui acostumada que aniversário sem bolo, não é aniversário.

Eu gosto de comemorar meu aniversário porque, no meu ponto de vista, tenho que agradecer a Deus por mais um ano que me deu e mais um que está me dando de presente.

Obrigada porque ATÉ AQUI ME AJUDOU O SENHOR...
Obrigada por tudo que fez, faz e fará por mim...Glórias te dou por tudo.

Me perdoa, se em algum momento, não sou agradecida.

"Quero trazer a memória aquilo que pode me dar esperança." Lm 3:21

domingo, 23 de janeiro de 2011

TRISTE DAQUELE QUE NÃO TEM UM AMOR PARA RECORDAR: "SAN"


Várias vezes, a mesma pessoa me perguntou se eu conhecia o amor porque o amor que falava, não existia. Que o amor de homem e mulher é aquela coisa morna, uma amizade que se suportam e se acostumam um com o outro.
Eu namorei 6 anos com uma pessoa que não significou nada pra mim e namorei com uma menos de 1 mês e significou e significará por minha vida inteira.
AMOR NÃO É QUANTO TEMPO FICAMOS COM ALGUÉM MAS COMO FICAMOS, O QUE SENTIMOS, O QUE VIVEMOS E LEVAMOS PRA NOSSA VIDA.

Em janeiro de 1988, com dezenove anos, vivi um grande amor, inesquecível mas acredito que não era para estarmos até hoje. Nossos caminhos foram tomando rumos diferentes mas o carinho, a amizade ficaram até hoje e ficaram eternamente dentro de nós dois.

Conhecia um vizinho a muitos anos e depois sua irmã que me convidaram para conhecer a Bahia. Planejei de ir com esse vizinho, de confiança e sua irmã e família já estavam lá.
Não fazia idéia do que iria encontrar e de como era a cidade e as pessoas.

Tudo tão diferente mas me apaixonei por tudo e todos. Fui super bem tratada, como uma parente deles. Sentia que todos eram felizes, de bem com a vida. Pessoas do bem, simples. Foi tudo maravilhoso.
Fiquei numa cidadeq ue se chama Cairú, é uma ilha e a qualquer momento ía dar voltas ou ficar no cais, contemplando os manguezais e os braços de mar.

Na primeira semana que estava no cais a noite, o meu amigo foi conversar com seu primo e me apresentou. Não esqueço que ele estava encostado em uma pilatra que tinha no cais, sentado, quase deitado. Uma voz suave, tom baixo e palavras de quem tem um nível intelectual bom, português correto e os dentes perfeitos.

Pensava, na minha ignorância, que os baianos fossem sem estudo e só coisas ruins como muitos paulistas pensam e se enganam.

Achei lindo o jeito que ele mexia os lábios e as coisas que falavam. No dia seguinte, fomos no quintal da casa dele, o San, e ficou brincando muito, foi divertido. Não sei se falei ou pensei que além de inteligente ainda era divertido.
Fomos tirar fotos pela cidade, a tarde, e tinha um lugar perto da igreja onde se tinha uma boa visão da cidade, ali, ele me deu o primeiro beijo e falou:- nossa!Paulista é rápido até no beijo...rs.
E, me falou agora vou te dar um beijo baiano...foi muitooooooooo bom.

Aí, não desgrudamos mais. Era um sacrifício ter que dizer boa noite mesmo sabendo que no dia seguinte, já ficava a espera dele aparecer e ficarmos juntos.
Fícavamos ouvindo U2, num gravador, na varanda da casa dele: eu sentada e ele deitado em minhas pernas enquanto fazia carinho em seus cabelos finos e levemente enrolado. Ficávamos a tarde toda conversando, perdíamos noção de tempo.

Fomos no Morro de São Paulo mas por um cais antes, Gamboa, tendo que andar a pé e voltar na hora certa, antes da maré subir.
Muitos pensavam que eu era gringa por ser muito clara e ter olhos verdes e eu falei isso a ele, então ficava falando só se eu era uma vaquinha holandesa e ficava rindo...sempre rindo.
Eu falava pra ele que me sentia a Brooke Shilds na "A lagoa azul"...rs. Nunca tinha visto praia tão linda, água tão limpa e tantas pessoas de países diferentes. Para voltar, pegamos carona no barco de uns pescadores, com o primo dele junto mas os caras estavam bêbados e não íam embora logo, estava noite, já e o pior; ficavam andando de um lado ao outro do barco que o mesmo quase virava e podíamos morrer afogados.

Eu comecei a chorar e disse que estava com medo. Ele disse:- não se preocupe, eu protejo você, sei nadar e é só você se aproximar da margem mas não vai acontecer nada. Ficava sentado em cima do motor do barco e eu em pé, o abraçando e ele me protejendo. Falando coisas de amor, até de casamento que nunca íamos nos separar, etc.
Tudo bem, afinal os dois estavam com medo de morrer e não se vermos mais. Amedrontados, passei até mal...finalmente chegamos salvos...

Só íamos pra casa, tomar banho e comer e voltavamos nos encontrar, para ficar beijando muito, fazendo carinhos e de mãos dadas.

Fomos para praia de Garapuá, a mais linda de todas. Um barco de amigos nos levaram, foram todos, foi muito divertido. Havia um riozinho, com peixinhos de água doce e ficamos ali, tomando banho, brincando e beijando...ele ficava boiando meu corpo, brincávamos, super romântico.
Almoçamos nuns amigos da família, onde estava hospedada, mas eu não comi nada: lagosta inteiras, polvo, etc...

Houve uma comemoração folclorica e depois uma festa com trio elétrico. Eu não sabia dançar nada mas o San, arrasou com uma outra prima dele, dançaram várias músicas típicas com os gestos próprios...fiquei pensando...nossa, o que ele não sabe?

Cantou inúmeras vezes a música "For ever young" do Alphaville, para mim. Tocou um pouco de violão. Falava super bem inglês. Era meu gênio, assim que o chamava...rs...

Nos entendíamos tanto, eram tantas afinidades...tudo tão perfeito. As mãos deles eram super delicadas, bonitas, seus dentes perfeitos sem uma carie e nem obturação, os olhos pequeno e levemente puxadinhos. Tinha o porte médio, havia feito dieta a pouco tempo e tinha emagrecido...era uma pessoa comum mas seu sorriso inesquecível.

Então, ele conseguiu que ficássemos na casa do tio dele na praia de Guaibim, cheio de canoas de tronco de árvores. coqueiros e poucas pessoas. Lembro que no banheiro apareceu um carangueijinho e morri de medo, também, assistimos "Em algum lugar do passado" e a noite me levaram na casa de uma pessoa conhecida pra jantar mas tinha tanta pimenta que preferi comer banana com pão...rs.
Foi nessa praia, quando estávamos na garagem que comecei a chorar muito e disse o que eu ía fazer da minha vida porque estava completamente, apaixonada por ele e ía chegar o momento da despedida... O amava...

Voltamos pra Cairú, sentamos em uns degraus na porta de um bar e o San ficou horas conversando comigo, como se fosse um pai dando conselho para uma filha. Disse: - Ká, quero que quando você voltar para São Paulo, volte a estudar, fazer cursos, você tem que vencer e a chave para isso é você acreditar e confiar em você. Vou te acompanhar e quero ver você mudar sua vida...falou mutiooo mesmo, até fiquei irritada mas ao mesmo tempo adimirava-o cada vez mais e o achava o máximo.

Então fomos para a Ilha de Itaparica, como sempre ele brincando sem parar, acabou perdendo o seu óculos que disse ser caro mas passou.
Ele vivia brincando comigo para eu passar vergonha, falava bem alto, com o sotaque nordestinho bem pesado e todos ficavam olhando pra mim. Eu fingia que não conhecia ele e aí que ele falava mais alto ainda para eu passar vergonha e ria sem para da minha cara.

Foi difícil conseguirmos fazer amor porque a marcação era grande em cima de nós mas conseguimos driblar todos com ajuda do primo dele, claro...

Fomos pra Salvador, onde ele morava e fiquei hospedada na casa de uma amiga dele. Houve um dia que começou a agir estranho comigo e ficar frio e a irmã dele falou:- Deixa esse muleque chato e vamos sair comigo.
Quando voltei, ele já ficou me rodeando e eu esnobando do jeito que ele fez comigo. Ele perguntou se estava tudo bem e eu falei que estava tudo ótimo e que não gostei do jeito que ele agiu comigo de manhã...mal terminei a frase, ele me deu um beijo maravilhoso e aí acabou tudo e ficou tudo maravilhoso de novo.

Passeamos pela orla toda de carro, com a irmã e o ex cunhado dele, tocou 2 músicas que não esqueci: "toda forma de amor vale a pena, toda forma de amor vale amar" e "I believe in love" da Carl Simon...a irmã deu até bronca de tanto que ficávamos nos beijando e fazendo carinho...rs...que sonho...imaginar que foi verdade.

Fui na casa da amiga dele com ele e nossa atração era muito forte. Bem em frente, havia um clube e estava tendo um show do Julio Iglesias...me lembro como se fosse hoje: nós na janela do prédio, se abraçando, beijando enquanto escutava e via o show dele. Só que acabou acontecendo de nós não segurarmos a onda e o som estava muito alto e não escutamos a campainha.
Me levou em dois Shoppings: um foram várias pessoas que ele tinha amizade do prédio e no outro fomos sozinhos, me lembro que ele me apresentou para uma vendedora de uma loja e de repente passou o ônibus e saímos correndo...até isso pra mim foi o máximo...rs.

Isso deu a maior briga entre ele e a amiga dele e fui ficar na casa dele porque já estava pra eu ir embora. Estava na cozinha da casa dele, lavando louça e só de passar um pelo outro, ficávamos nos olhando, nisso estava tocando "lady in red" de Chris De Burgh.

Ele me levou perto da igreja do Bonfim, onde morava uma mãe com uma moça, acho que era parente dele, pessoas muito legais mas perdi contato. Passamos o dia conversando, foi muito agradével e ao entardecer, ele colocou sua cabeça em cima das minhas pernas enquanto fazia carinho em seu cabelo e ele na minha mão. Nesta casa, tocou a música " a Paz" cantada por Zizi Possi. Cada detalhe foi marcado por atitudes de amor e carinho mútuo.

Na última noite juntos, ele me levou num quartinho do prédio...rs...acho que era do porteiro, sei lá, foi o que ele conseguiu...me lembro que tinha um colchão e vários utensílios de limpeza...que foram sumindo da nossa atenção.
Ele me disse que iria fazer o que pudesse para me satisfazer porque eu não conseguia chegar ao climax mas como? Sempre com receio de alguém chegar, não conseguia me concentrar.
Então ele foi super carinhoso, como sempre até eu conseguir relaxar e conseguir. Após o ocorrido, ele se trocou, agachou e ficou me olhando...
Falei que sentia vergonha de ver ele me olhando e ele falou para eu parar de bobeira que ele não sabia quando ía poder me ver de novo, ainda mais daquele jeito.
Nos abraçamos, cheios de emoção e contendo as lágrimas.

Deixei o meu relógio com ele para ele contar as horas para me ver e ele não tinha nada pra pensar em me dar e me deu um shorts enorme, sem simbologia nenhum...coisa boba...rs.
Quando estávamos indo pra rodoviária, choramos tanto e ele pediu para eu ficar mas era tarde demais e esperava que ele pedisse antes. Na rodoviária, não nos contínhamos de tanto chorar e beijar, abraçar e ele foi embora sem olhar para trás chorando...foi a última vez que o vi.

Na primeira parada, arrumei um jeito de ligar para casa dele e cantar, desafinado:" i just called to say i love you" de  Stevie Wonder.

Sempre foi "eu te amo" "eu também".

Mandei mais de mil cartas, direto. Mudei toda minha vida e nos falávamos direto por telefone.
Chorei muito de saudades e ficávamos horas no telefone porque não era nem eu e nem ele que pagava, na época...
Não conseguimos manter o namoro a distância e como um dia ele me falou que gostava mais da teoria que tudo se transforma do que tudo se acaba. Nosso amor se transformou numa grande amizade.

Era para eu ter ido para lá depois de um ano mas não tive coragem de passar tudo de novo e também, fiquei com medo de tudo. Se eu e ele ía sentir a mesma coisa ou não. Fui covarde e não fui.
O tempo foi passando; eu e ele namoramos com outras pessoas e contávamos tudo um para
o outro. Desabafávamos, um escutava o outro e dava forças, apoiava, dava duras, tudo.

Aí, eu marquei de ir para a Bahia mas estava namorando e fui com o namorado que tinha ciúmes. Ele, também, estava namorando e não nos encontramos.
Quando voltei, estava grávida e casei, não mantendo contato com ele porque o meu ex marido, hoje, era agressivo e dependente químico.

Uma vez, fui ligar para o San e fiquei com medo e desliguei mas ficou marcado na conta de telefone. Quando chegou, o meu ex-marido viu e sem eu sabe de nada; me batei tanto no rosto, me deu tantos socos na cabeça, sem eu ter falado com ele.

Terminou o casamento e queria tanto falar com meu melhor amigo e ele estava de mal de mim...mandei uma carta explicando tudo mas não tinha mais esperanças.
Um dia, ele me ligou...nossa! Foi uma super surpresa maravilhosa...como fiquei feliz dele voltar a falar comigo.

Continuamos nossa amizade, como se nunca tivésse acontecido nada. Ele me contando da vida dele e eu da minha. Aí, foi a vez dele vir para São Paulo mas com a namorada e não nos vimos mas não fiquei super chateada com ele. De repente a vida dele virou uma bagunça, ele gosava de uma moça mas ía casar com outra. E, chegou num ponto que ele não tinha como voltar atrás...fiquei triste por ele mas nada podia fazer...casou-se e sua esposa proibiu dele  falar comigo. Falei que faria amizade com ela, sem porblemas, mas ele falou que ela é irredutível.

Desde janeiro de 1988 até dezembro de 2010, foram longos anos, fui para a Bahia. Visitei vários locais onde ficamos: a porta da entrada onde namorávamos, o cais, vários lugares.
Encontrei com o pai dele e contei sobre nossa amizade e o pai dele comentou que deve ter pago muitas ligações nossa...rs.

Nos falamos e queria revê-lo após tantos anos e disse que ía ver o que poderia fazer porque sua esposa não aceitava.
Falei a ele que mesmo que nunca mais o visse ou falasse com ele o carinho seria o mesmo de sempre e ele falou que da parte dele idem.

Por causa, da falta de comunicação, mentiras, maldades e eu ter ficado com virose, fragilizada, praticamente, me pressionaram a vir embora um dia antes que havia comprado a passagem, com tudo programado. Desviaram meu caminho dos meus objetivos e não consegui falar não porque estava passando muito mal, até me fazerem adiantar a passagem um dia antes do previsto e mentirem que queria passar ano novo...uma sujeira, maldade.

E, quando o San, me ligou para me pegar no Ferryboat, no dia previsto, eu havia acabado de chegar em São Paulo.
Não sei se não era para eu revê-lo mesmo ou foi por toda essa maldade dessas pessoas de matarem o sonho meu e do meu filho (que queria ver o Pelourinho e Salvador). Chorei de 3h. a 4 h., sem parar, de Valença até o aeroporto de de Salvador, até as lágrimas secarem por ver até onde chega a maldade e falsidade humana e por, talvez, nunca mais ter a oportunidade de rever o meu amigo, tudo por apenas um dia...mas a esperança é a última que morre e enquanto a vida há esperança.

ESSA HISTÓRIA QUE PASSOU POR MENOS DE UM MÊS; DURARÁ ETERNAMENTE EM NOSSAS LEMBRANÇAS E CORAÇÕES...ISSO NADA E NINGUÉM PODERÁ APAGAR.

PODE SER QUE NUNCA MAIS O VEJA. NOSSAS VIDAS E HISTÓRIAS TOMARAM RUMOS DIFERENTES, EM TUDO, MAS NADA PODE APAGAR O QUE VIVEMOS E NOSSA ADOLESCÊNCIA.

SAN, VOCÊ SEMPRE FOI E SERÁ UMA PESSOA ESPECIAL PRA MIM E DEIXO ESSA ÚLTIMA MÚSICA PARA VOCÊ QUE MUITAS VEZES ESTÁVAMOS ESCUTANDO E PENSANDO, UM NO OUTRO, E DE REPENTE O TELEFONE TOCAVA E ERA UM DE NÓS: "Eu sei" (Legião Urbana)

Sexo verbal não faz meu estilo
Palavras são erros, e os erros são seus
Não quero lembrar que eu erro também
Um dia pretendo tentar descobrir
Porque é mais forte quem sabe mentir
Não quero lembrar que eu minto também

Eu sei
Eu sei

Feche a porta do seu quarto
Porque se toca o telefone pode ser alguém
Com quem você quer falar
Por horas e horas e horas
A noite acabou, talvez tenhamos que fugir sem você

Mas não, não vá agora, quero honras e promessas
Lembranças e histórias

Somos pássaro novo longe do ninho
Eu sei
Eu sei

Houve uma história no antigo programa da Silvia Popovick que uma mulher contou que um amor chegou pra ela e disse numa praia onde estava tendo uma festa: - se você pular essa cerca pode ser Paris, Nova York, pode ser o que quiser, vem comigo...

Ela pulou e largou tudo pra ficar com ele e estava a anos, muito feliz, com seu amor.

E, eu perguntava para ele quando íamos pular essa cerca...mas o tempo muda tudo e nossa maior diferença é que sou cristã convertida e ele não...

Dizem que se fosse para ser, teria sido...se não foi porque não era para ser...complexo.

POSSO DIZER QUE, PELO MENOS, TENHO UM AMOR PRA RECORDAR.
O MEU SAN OU MEU SUN...MÉMORIAS NÃO SÃO ROUBADAS.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

AMO O MORRO DE SÃO PAULO-BA, MUNICÍPIO DE CAIRÚ.

MAPA DA ILHA DE TINHARÉ, BOIPEBA E CAIRÚ. É UM ARQUIPÉLOGO LINDO COM PRAIAS CRISTALINAS, QUASE DESERTAS, SEM ASSALTOS, ONDE A VIOLÊNCIA ESTA CHEGANDO DEVAGARZINHO MAS AINDA É MARAVILHOSO.
HÁ 23 ANOS FUI A PRIMEIRA VEZ E CADA VEZ MAIS ESTA SENDO POVOADO, CHEIO DE POUSADAS MAS CONTINUA LINDO.  NO MORRO DE SÃO PAULO TEM TUDO MENOS CARRO E QUEM PRECISA?
O MAPA É PARA SE LOCALIZAR POIS SÃO VÁRIAS PRAIAS E ILHAS:
AQUI É A VISTA DE CIMA, A PRIMEIRA PRAIA POIS TEM QUATRO PRAIAS MAS A MAIS ACESSÍVEL É A SEGUNDA. AQUI FIZERAM UM TIROLEZ, PARA QUEM NÃO SABE, A PESSOA FICA PENDURADA E DESCE O MORRO ATÉ O MAR, ONDE TEM ALGUÉM PARA SEGURAR A CORDA...EU QUE NÃO VOU.

AQUI É A ENTRADA DA ILHA, TEM O CAIS, PAGA-SE R$ 10,00 POR PESSOA DE PEDÁGIO E PARA SAIR O VALOR É MENOR MAS NÃO LEMBRO. PENA QUE NÃO ESTA RESTAURADO.
AQUI ERA ONDE FICAVAM OS ESCRAVOS, TINHAM PORTÕES DE FERRO PESADOS, DA ÉPOCA MAS, INFELIZMENTE, AO INVÉS DELES PRESERVAREM, ARRANCARAM OS PORTÕES E ME FALARAM QUE VÃO FAZER LOJAS. O CAPITALISMO MATANDO AS NOSSAS MEMÓRIAS...ISSO É TRISTE.

O FAROL É MARAVILHOSO, PENA QUE NÃO DÁ PRA VISITAR DENTRO DELE PARA TIRAR FOTOS E CONHECER COMO FUNCIONA UM FAROL. ELE FUNCIONA NORMAL.
AQUI É A VISTA DO MORRO, QUANDO VAI CHEGANDO NO CAIS, É ESSA A VISÃO, MARAVILHOSA. CLARO QUE MUDOU MUITO NESSES 23 ANOS.
EU E MEU FILHO, MOMENTOS ÚNICOS QUE NINGUÉM PODE APAGÁ-LOS.

ESSE FOI UM PASSEIO QUE NÓS FIZEMOS DE BARCO E VISITAMOS VÁRIOS LUGARES AO REDOR DA ILHA. ÁGUA TRANSPARENTE, PISCINAS NATURAIS; TUDO DE BOM.
AQUI FOI UM BANHO DE ARGILA, MUITO ENGRAÇADO E LEGAL. DIZEM QUE FAZ BEM PRA PELE, PELO SIM OU PELO NÃO FOI MUITO BOM E ENGRAÇADO.
AQUI FORAM DUAS AMIGAS BRASILIENSES MUITA ANIMADAS, LEGAIS, ÓTIMO, ESPERO TER CONTATO COM ELAS MAS PERDIO OS E-MAILS, PODE?
AQUI É A PONTA DO CURRAL. MAR ABERTO, ONDAS. DO OUTRO LADO DO MORRO DE SÃO PAULO.
O SALTO DO MEU FILHO NA PISCINA NATURAL. QUE MARAVILHA. QUE SONHO. DEVERIA TER FICADO MAIS TEMPO LÁ MAS NÃO TEMOS COMO ADIVINHAR O FUTURO.

ONDE VOCÊ VAI, PRECISA USAR BARCO OU LANCHA E DENTRO DA ILHA TRATOR. LONGE DE TRÂNSITO.


O MORRO VISTO PELO OUTRO LADO ONDE TINHA UM FORTE QUE ERAM COLOCADOS CANHÕES E VIGILANTES PARA SE PROTEGEREM DE POSSÍVEIS INVASÕES...FICO IMAGINANDO...
BANCO DE AREIA COM PISCINAS NATURAIS. E A VISÃO DO MORRO DE SÃO PAULO VISTA DE LONGE.
AQUI É UM DOS CANHÕES QUE AINDA SOBRARAM NA ILHA E MEU FILHO LINDO.

O MORRO DE SÃO PAULO VISTO PELA PRIMEIRO PRAIA, DA PARA VER O FAROL E O TIROLEZ.

O CASARÃO MAIS ANTIGO DA ILHA, PROVAVELMENTE, ONDE FICAVA OS "SINHOZINHOS"
AQUI É UMA FONTE DE ONDE ELES TIRAVAM ÁGUA E SE BANHAVA MAS QUANDO FUI ESTAVA INTERDITADA, NÃO SEI O QUE VÃO FAZER. PENA.


TEM ÓTIMAS POUSADAS PARA TODO TIPO DE CLASSE SOCIAL. PESSOAL, UMA DICA, NUNCA FIQUEM NA CASA DE NINGUÉM, FICAR NAS POUSADAS É MIL VEZES MELHOR E É BARATA, VALE MUITO MAIS A PENA.
 SÃO OS CAJUEIROS, NUNCA HAVIA COMIGO CAJÚ DO PÉ MAS NÃO GOSTEI...RS.

ESSA É A QUARTA PRAIA, NÃO DÁ PRA USAR PARA NADAR, TEM MUITAS PEDRAS QUE MACHUCAM OS PÉS.
 AQUI O FELIZ ANO NOVO DE 2011, PARA ENFEITAR A NOITE.
 O CAFÉ DA MANHÃ MARAVILHOSO, MUITAS FRUTAS E COISAS DIFERENTES COMO COMER BANANA DA TERRA E MANDIOCA DE MANHÃ. PEGUEI O BÁSICO MAS TINHA MUITAS COISAS GOSTOSAS. TEVE PESSOAS QUE ACHARAM QUE PAGAMOS UMA FURTUNA MAS TODAS POUSADAS QUE FIQUEI COM DIREITO A CAFÉ DA MANHÃ, FICAVAM ENTRE R$ 40,00 À R$ 50,00 POR DIA, EU E MEU FILHO JUNTOS.
 AQUI FOI UMA DAS POUSADAS, LIMPINHAS, ÓTIMO ATENDIMENTO E BÁSICA.
COMO CHEGAR NAS ILHAS OU EXCLUSIVAMENTE, NO MORRO DE SÃO PAULO: SE FOR RICO É SÓ PEGAR AVIÃO ATÉ SALVADOR, PEGAR UM JATO E ESTA LÁ.
COMO NÃO SOU RICA: PEGAR AVIÃO ATÉ SALVADOR, ÔNIBUS OU TAXI (CHORANDO PRA FAZER MAIS BARATO) ATÉ O FERRYBOAT. PODE PEGAR UM TIPO DE BARCO DIRETO PARA O MORRO OU PEGAR UM ÔNIBUS ATÉ CIDADE DE VALENÇA E UM BARCO OU LANCHA PARA A ILHA. VÁRIOS PREÇOS, DEPENDE DA LANCHA.
E, NÃO ESQUECER DO PEDAGIO DA ILHA.
SE QUISER CONHECER VÁRIAS ILHAS, PRECISARÁ DE BARCO OU LANCHA, TEM VÁRIOS PASSEIOS E TRATOR PARA IR A OUTRAS PRAIAS POR DENTRO PARADISÍACA.
QUALQUER PASSEIO É POR MAR.
VALENÇA É UMA ZONA PORTUÁRIA E A MAIORIA DOS BARCOS PRA VIAGENS AS ILHAS SAEM TODOS DE LÁ.
PARA COMER TEM TODOS OS PREÇOS.

ÔNIBUS: 2 DIAS E UMA NOITE, COM CRIANÇAS CHORANDO NA CABEÇA E RADINHO DE ALGUNS. UM ABSURDO QUALQUER ALIMENTAÇÃO NO CAMINHO, ATÉ ÁGUA. FOI A PARTE MAIS CARA. E, MINHAS PERNAS E PÉS FICARAM MUITO ENXADOS.

AVIÃO: MUITO MEDO, QUASE 2 HORAS QUE VC NEM PERCEBE, DÁ UM POUCO DE ENJOÔ MAIS QUE NOS BARCOS MAS BEM MELHOR. TEM PROMOÇÕES QUE SAI MAIS BARATO DO QUE O ÔNIBUS MAS TEM QUE FICAR DE OLHO DIRETO. VALE MIL VEZES Á PENA.

BOA VIAGEM...QUALQUER DICA PODE PERGUNTAR.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

VOU MATAR DENTRO DE MIM; AS PESSOAS MALDOSAS.


AQUI JÁ FOI DECRETADO A JUSTIÇA E VINGANÇA DO SENHOR NA VIDA DESSAS PESSOAS, EM NOME DE JESUS E EU OS MATEI A PARTIR DE HOJE, DENTRO DE MIM, POIS ESTAVA COM O CORAÇÃO PURO E CHEIO DE AMOR, NÃO MERECIA, MUITO MENOS MEU FILHO QUE É CRIANÇÃO, SEM MALDADE.

NENHUMA ARMA CONTRA MIM PROSPERARÁ E TODA LÍNGUA QUE FALAR CONTRA MIM EM JUIZO, JÁ ESTA CONDENADA, DIZ O SENHOR. IS 54:17

Eu havia me separado e ainda estava com problemas normais de administração de imóveis, casa pra reformar, falta de dinheiro pra fazer tantas coisas, cheias de contas e ainda pessoas que se consideram convertidas e nos magoam gratuitamente...isso esta se tornando normal no meio cristão e é muito triste.

Então uma moça muito querida insistiu que eu fosse viajar pra a Bahia e me disse que não precisa me preocupar com nada, só ter dinheiro pra ir e vir. E, que nem precisava perguntar se poderia ir, era só avisar e ir.

Isso me alegrou tanto meu coração, me fez sentir tão querida, amada, valorizada, coisas que nunca senti em minha família, só com minha avó e algumas outras famílias que não eram minha mas por um tempo senti como se fossem minha...

Então fui realizar meu grande sonho de ir viajar e fui de ônibus, dois dias e uma noite, para ter a sensação de deixar tudo que fosse ruim para trás e fazer tudo novo, diferente. Refletir, ver os erros e acertos,um balanço geral e ver o que poderia ser mudado daquele momento em diante, além de aproveitar os lugares lindos, conhecer pessoas novas, conversar, etc.

Cheguei com os pés enxados mas uma alegria tão grande que não conseguia acreditar que estava naquele lugar após 14 anos de espera.

Os lugares são lindos, vou postar os mapas e fotos, dando dicas a vocês porque dá pra ir sem pacotes de turismo e gastar menos e ficar mais tempo.

Passei a noite de uma moça C. porque cheguei muito tarde e não dava pra ir para Cairú, onde iria ficar, então dormi em Valença.

No dia seguinte, nos deixaram no cais e pegamos a lancha pra Cairú pois lá são várias ilhas e a condução é por barco ou lancha.

Dormi 3 dias na casa de uma senhora mãe da moça que me convidou e fui super bem tratada, como das outras vezes.
A outra irmã e mãe foram super receptivas, também. O irmão delas, nesses dias me tratou super bem e principalmente, deu atenção pra meu filho direto, percebendo a infantilidade dele e disse que era mesmo muito criança, só tinha tamanho.

Fui fazer meu primeiro passeio para o Morro de São Paulo que é tudo de bom, tem várias pousadas, infra-estrutura para turismo mas fui burra e passei só dois dias, se fosse hoje, teria ficado mais tempo mas não dá pra advinhas o futuro.

Voltei pra Cairú, onde ficava minha mala grande e fui para pousada do tio da moça que me convidou. Não conhecia sua esposa nova e conversamos pouco além dela ter um empregada que era incapaz de dar um sorriso...não entendo porque as pessoas tem tantas dificuldades de dar um sorriso, serem simpáticas, carismáticas...mas até aí tudo bem.
Passamos 3 dias e em um desses dias, a noite, meu filho tomou um copo de leite com leite em pó, acabando com um restinho que estava no copo.
No dia seguinte, já esconderam o leite e a comida, na hora do almoço, alegando que era pra o outro filho. Acho um absurdo esconder comida. Meu filho pediu só mais um pedaço de carne porque estava com muita fome pois não havia tomado café da manhã porque não tinha leite e falou que não podia dar enquanto tinham vários pedaços.

Após esse falto humilhante, não me alimentei mais lá e pedi que meu filho fizesse o mesmo, comendo na casa das irmãs deste rapaz e só indo lá pra tomar banho e dormir.

A moça que me convidou, não fez o bolo de aniversário que falou que ía fazer, para eu ir logo para lá e sumiu. Há vi raras vezes e ela nem sabia o que estava acontecendo.

Eu só queria fazer mais um passeio e ir para Salvador, como fiz as outras duas vezes que fui. Mas como houve um fato desagradável, desta mulher chegar bêbada e não sei o que falou pra meu filho que o assustou e pediu pra ir embora, desesperado, para S. Paulo.

Disse a ela que íriamos a mais um passeio e depois iríamos embora. Entrei na internet e achei uma promoção de passagem de avião mais barata que a passagem de ônibus.

Então, pedi pra a primeira moça que conheci se poderia ficar uma noite em sua casa pra ir no passeio em outra ilha. Ela disse que sim. Peguei lancha, ônibus e taxi até chegar em sua casa. Arrumei as coisas para no dia seguinte pegar minha máquina fotográfica que tinha entrado na água do mar.

Foi quando tive que passar o dia todo e mais uma noite para pegar a máquina mas não houve conserto e tive que comprar outra máquina.
O único dia que passei o dia todo lá, esperando o conserto da máquina. Se soubesse que não teria conserto, nem um dia passaria porque me sinto super mal em ficar na casa das pessoas que conheço, o que dirá de quem mal conheço.

Só que essa moça, C., falava direto para eu me sentir bem na casa dela, a vontade, que não era como o pessoal de Cairú e não podia falar nada porque estava entrando na família agora. Insistia que eu ficasse a vontade, que comesse, como se fosse minha casa...quanta falsidade, quanta dissimulação.

Meu filho ainda falava:-mãe, ela já cansou de falar que não é como as pessoas lá, relaxa mãe, que ela é uma pessoa legal e boa.

Quanta inocência de nossa parte em acreditar.

Dormi quando cheguei e fui embora, cheguei no fim da tarde e passei um dia todo por causa da máquina e no outro dia já saímos de manhã.
Um dia apenas, inventaram e criaram caso com tantas coisas pequenas e absurdas. Se  tivesse passado uma semana; eu entenderia mas foi apenas 3 noites e um dia todo.

Fiz o possível para não encomodar e no final ela me mandou um e-mail onde li as coisas mais mesquinhas que já vi. Inventaram mentiras e muitas, tanto da empregada dela ou não sei de quem veio tantas coisas. Foram muitas coisas pra um dia. Não sujava nada e nem deixava meu filho sujar.
Cismou porque meu filho dormiu na sala a vontade, um pré adolescente de 13 anos, como se fosse um homem.

Contou o número errado de quantos croquetes cada um comeu...fiquei chocada, com tudo:
Não sei se o pior foram as mentiras sem provas, as invenções da empregada e reclamações sem eu poder me defender, tanto fingimento enquanto falavam mal direto de nós e nem imaginava o quanto estava sendo incoveniente minha presença com a do meu filho.

Não tinha bola de cristal para adivinhar que eles não nos suportavam, enquanto me abraçava, agradava e me falava que não era pra me sentir mal em sua casa que tinha gostado de mim desde que tinha me visto, como eu também e depois ser TRAÍDA PELAS COSTAS.

Por último, já havia comprado passagem pra dia 29-12 e fui e voltei do último passeio, ía para Salvador passar um dia e depois ir embora. Estava tudo programado, menos o fato de ter baixado minha resitência e ter ficado com muitas dores nas pernas, cólica e virose.

Esperei a C. chegar para ir dormir na casa dela e pegar minha mala e ir para Salvador mas estava passando muito mal, já havia tomado injeção de Voltaren no Pronto Socorro e estava tossindo muito.

A empregada que havia inventado que eu colocava toalha molhada nos travesseiros, sendo que colocava na cabeceira, penduradas para não encomodar. Que autorizou meu filho a jogar no computador e pensaram que ele havia invadido. Que reclamou que pedi para colocar calcinhas e cuecas no tanquinho, como se ela lavasse nas mãos. Que sujávamos as coisas. Que meu filho não parava de beber Coca cola enquanto ele pegou a garrafa que eu comprei a ele e só tomava o que ela oferecia...enfim muitas mentiras.

Ela que me apunhalava pelas costa, falou pra eu almoçar e deitar para ver se eu melhorava porque percebeu que não estava bem e falou para telefonar pra C. e ver se podia passar só mais um dia pra me ruperar. Mandei mensagem.

De repente um amigo da mãe dela começou a armar para eu ir embora de qualquer jeito naquele dia mesmo, estando debilitada. Fez eu adiantar a passagem de avião pagando multa, sem poder. Pedi soro caseiro para ver se melhorava porque suava frio e quase não conseguia ficar em pé.
Meu filho pediu a ela pra me levar no Pronto Socorro e ele falou que não dava tempo.
Me mudou a passagem pra o dia seguinte, as 8:45h da manhã, nos colocou no ônibus, deixou bem claro que elas não nos queriam mais na casa delas, etc.


Chorei de Valença até Bom Despacho depois no Ferryboat e chegamos em Salvador as 22h, doente, chorando, sem sabe que ônibus pegar, perdida...aí que chorava na rua mesmo. Até que encontrei um taxista que me cobrou R$ 35.00 para me levar no aeroporto e dormir no último andar, no chão, passando mal...só chorava.

Eu fui para voltar dia 07-01-2011mas depois do primeiro acontecimento, já fui ver passagem pra antes do Ano Novo pra passar na igreja.

E, inventaram que queríamos ficar mais tempo, pedindo pra mudar a passagem pra depois, sendo que já estava tudo planejado devidamente.

Como as pessoas mentem, levantam falso testemunho, com a maior normalidade.

Inventaram que em menos de 2h., meu filho havia baixado vários filmes pornos e ainda entrava em sites que aconselhavam os filhos matarem os pais.

Fala verdade se isso não é digno de processo judicial...muitas otras coisas.

Eu já coloquei nas MÃOS JUSTAS E PODEROSAS DE DEUS E EM ROMANOS 12, O SENHOR DIZ QUE A VINGANÇA PERTENCE A ELA. EU CLAMO PELA JUSTIÇA DO SENHOR NA MINHA VIDA E DO MEU FILHO QUE É UM PRÉ ADOLESCENTE INOCENTE E NADA DO QUE FALARAM, FOI PROVADO, MESMO EU INSISTINDO EM QUE ME MANDASSEM OS SITES...PURA MENTIRA PARA JUSTIFICAR AS MENTIRAS DELES.

SOMOS DE DEUS. SOMOS CRISTÃOS, MEU FILHO NASCEU E CRESCEU DENTRO DA IGREJA E SUA VIDA É ESCOLA, IGREJA E CASA...INVENTARAM MENTIRAS ABSURADAS.

NÓS PASSAMOS ANO NOVO NA IGREJA E JÁ QUE NÃO DEU CERTO EM CAIRÚ, IRÍAMOS PASSAR NA NOSSA IGREJA EM SÃO PAULO E INVENTARAM MAIS UMA VEZ, ALGO QUE JAMAIS PASSOU PELA MINHA CABEÇA OU DO MEU FILHO PORQUE EU NUNCA PENSEI EM PASSAR ANO NOVO COM ELES E JÁ HAVIA COMPRADO A PASSAGEM.
INVENTARAM ISSO PRA JUSTIFICAR, A PRESSÃO DE ME EXPULSAR DA CIDADE.

GENTE MALDOSA, MENTIROSA, FALSA, DESUMANA, FALSO TESTEMUNHOS,ETC.

AINDA BEM QUE DEUS SABE DO MEU CORAÇÃO E DO MEU FILHO E SABE QUE FOMOS SINCEROS, VERDADEIROS, SEM MALDADE, INOCENTES, NUM COVIL DE COBRAS, SE MOSTRANDO BOAZINHAS...MAS SÃO DIGNAS DE DÓ POIS SE NÃO SE CONVERTEREM DE SEUS MAUS CAMINHOS VÃO TER A VIDA ETERNA NO INFERNO.

QUE DEUS TOQUE NELES TODOS QUE INVENTARAM MENTIRAS CONTRA NÓS E QUE REVEJAM TODO O MAL QUE NOS FIZERAM, TODAS HUMILHAÇÕES, SEM NECESSIDADE. ERA SÓ DIZER QUE NÃO DAVA PRA DORMIR MAIS UMA NOITE LÁ E ÍAMOS EMBORA PRA UMA POUSADA...TUDO PODERIA SER TÃO SIMPLES.

TERIA IDO PRA UMA POUSADA E IDO PRA SALVADOR DE DIA PRA MEU FILHO CONHECER O PELOURINHO, DORMIR MAIS UM DIA  EM SALVADOR E PEGAR O AVIÃO E NÃO TER QUE SAIR CORRENDO DE NOITE, CORRENDO RISCOS E COCHILNDO NO CHÃO FRIO DO AEROPORTO.

PONHA SUAS MÃOS SENHOR PORQUE FOI TUDO MUITO INJUSTO. FUI BUSCAR PAZ, PESSOAS BOAS E DO BEM, VIVER UMA HISTÓRIA BONITA E VOLTAR FELIZ POR TUDO E NO FIM, VOLTEI DOENTE E CHORANDO. FUI NO PRONTO SOCORRO DE NOVO, PASSANDO MAL...PRECISAVA DISSO TUDO POR PURA MALDADE, FALTA DE COMUNICAÇÃO E O PIOR:

NÃO ME DERAM ATÉ HOJE DIREITO A ME DEFENDER DO QUE EU E MEU FILHO NÃO FIZEMOS E NÃO PROVARAM NADA. 

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

DESTINO X LIVRE-ARBÍTRIO


"Galopamos pela vida como artistas de circo, equilibrados em dois cavalos que correm lado a lado a toda velocidade - com um pé sobre o cavalo chamado "destino", e o outro sobre o cavalo chamado "livre-arbítrio". E a pergunta que você precisa fazer todos os dias é: qual dos cavalos é qual? Com qual cavalo devo parar de me preocupar, porque ele não está sob meu controle, e qual deles preciso guiar com esforço concentrado?" Liz Gilbert


Tenho uma visão diferente por ser cristã e acredito em tudo esta no controle de Deus. Penso que se nós queremos muito algo, alguma coisa ou alguém e se Deus não quiser isso pra nós. Podemos nos descabelar, fazer e acontecer que não vamos conseguir. E, se for da vontade Dele, fluirá tranquilamente.
 
Será que é destino de algumas mulheres, não ter um homem bom ao seu lado, como marido, companheiro?
 
Conheço histórias de várias mulheres que tentaram e hoje, na terceira idade, desistiram e vivem, se contentando sem nunca te sido amada por um homem ou ter dado certo.
 
Houve um caso, bom, de duas senhoras que encontraram seu grande amor depois dos 60 anos e estão felizes.
 
Uma outa mulher que sofreu a vida toda, ficou anos sozinha e quando pensou encontrar o homem de sua vida; era um mentiroso e casado.
 
Cada pessoa tem inúmeros exemplos de histórias de mulheres que sofreram por amor e preferiram ficar sozinhas que sofrer mais.
 
Conheço uma mãe e filha que se você fala que esta namorando, te dá os pêsames.
 
E, conheci alguns casais, não sei se é mentira ou verdade, que parecem ter o casamento perfeito, isto é, o homem faz tudo pela mulher, a trata com carinho e vice-versa, se amam, venceram juntos, viajaram juntos, tem muito em comum e continuam juntos, talvez até o fim.
 
Este último exemplo é a minoria mas afinal por que isso acontece?
 
Beleza não influi porque tem mulheres lindíssimas sozinhas e outras feias e felizes.
 
Perguntei isso a uma pastora, dizendo que ela tinha sorte e eu, como a maioria das mulheres não e a resposta dela foi que ela não tinha sorte mas era abençoada.
 
Isso quer dizer que eu não sou?
Que quem não tem um marido bom ou não tem, não é abençoada?
 
A Palavra de Deus diz que Ele não faz acepção de pessoas, então porque ela foi abençoada com um bom marido, boa situação financeira, boa família e outros não?
 
Será destino?
Será que algumas pessoas não tem direito a ser feliz na área sentimental ou se contentam com qualquer coisa?
 
Não tenho respostas e quanto mais faço essa perguntas pra pessoas diferentes, fica mais conflitante. Prefiro acreditar que o dia chegará em que todas mulheres terão o direito de amarem e serem amadas com respeito e excelente tratamento.
 
Ficar com alguém só pra não ficar sozinha, também, é o fim. Uns ficam por medo de ficar sozinha, outros se submetem a inúmeras traições e sofrimento por autoestima baixa.
 
Se contentam com qualquer tipo de relacionamento ou qualquer pessoa por inúmeros motivos que não é amor mas mantém e se acham donas da razão, arrumando desculpas pra si mesmas.
 
CHEGA DE VIOLÊNCIA, MAUS TRATOS, DESRESPEITO, FALTA DE AMOR, SER USADA EMOCIONALMENTE, FINANCEIRAMENTE, ETC...
 
NÓS, MULHERES, NASCEMOS PRA SERMOS AMADAS E TEMOS QUE NOS AMAR, MESMO QUE ESSE AMOR HOMEM-MULHER NÃO ACONTEÇA.
 
UMA COISA PODEMOS TER CERTEZA, SOMOS AMADAS POR DEUS, TODO PODEROSO, NOSSO CRIANDOR QUE NOS FEZ TÃO MARAVILHOSAS.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

ATTRAVERSIAMO, QUER DIZER VAMOS ATRAVESSAR EM ITALIANO.


Comer, Rezar, Amar ‎"Você precisa aprender a escolher os seus pensamentos do mesmo jeito que escolhe as roupas que vai usar a cada dia." Richard do Texas

Eu estou tentando fazer isso porque vem tantos pensamentos ruins e que não irá me levar a nada. Eu fui viajar só por algumas ilhas e queria tanto de ter o final feliz que ela teve mas o final foi ruim e triste. Levei até o filme para assistir lá e quem sabe viver um sonho mas embora os lugares foram lindos, as pessoas foram horríveis, acabaram com meus sonhos, lá. Aqui novo renovo e recomeço...Quero mudar.

Comer, Rezar, Amar ‎"É melhor viver o seu próprio destino de forma imperfeita do que viver a imitação da vida de outra pessoa com perfeição" Bhagavad Gita, antigo texto iogue indiano.

Comer, Rezar, Amar ‎"Aprenda a lidar com a solidão. Aprenda a conhecer a solidão. Acostume-se a ela, pela primeira vez na sua vida. Bem-vinda à experiência humana. Mas nunca mais use o corpo ou as emoções de outra pessoa como um modo de satisfazer seus próprios anseios não-realizados." Liz Gilbert


Comer, Rezar, Amar ‎"No amor desesperado, nós sempre inventamos os personagens dos nossos parceiros, exigindo que eles sejam o que precisamos que sejam, e depois ficando arrasados quando eles se recusam a desempenhar o papel que nós mesmos criamos." Liz Gilbert


Comer, Rezar, Amar ‎"Às vezes perder o equilíbrio por amor faz parte de viver uma vida equilibrada".

Comer, Rezar, Amar ‎"Para chegar ao castelo, você precisa nadar pelo fosso"

Comer, Rezar, Amar Uma palavra para vocês: "Attraversiamo"


QUANTAS COISAS TEMOS QUE ATRAVESSARMOS PARA CONQUISTAR NÓS MESMOS?
 
QUANTAS COISAS TEMOS QUE ATRAVESSARMOS PARA CONSEGUIR SUPERÁ-LAS E CONSEGUIR A PAZ INTERIOR.
 
QUANTAS COISAS TEMOS QUE DEIXAR ATRAVESSAR PELO NOSSO CAMINHO, SEM DEIXAR NOS AFETAR POR ELAS.
 
QUANTAS LÁGRIMAS ATRAVESSAM NOSSO ROSTO?
QUANTOS PASSOS TEMOS QUE ATRAVESSAR PARA CHEGAR EM ALGUM LUGAR?
 
ATRAVESSAR PELA VIDA DA MELHOR MANEIRA E CONSEGUIR SER SUPERIOR AS PEDRAS QUE TROPEÇAMOS NO CAMINHO.
 
ATRAVESSAR AS DECEPÇÕES, AS FRUSTRAÇÕES, AS MALDADES HUMANAS, AS MENTIRAS, AS INJUSTIÇAS PARA AMADURECERMOS E NOS TORNARMOS PESSOAS MELHORES.
 
POUCOS CONSEGUEM FAZER ESSA GRANDE TRAVESSIA PELA VIDA E DIZER QUE VALEU À PENA.
 
UNS VIVEM TÃO SUPERFICIALMENTE QUE NÃO TEM CONDIÇÕES NEM DE REFLETIR SOBRE SUAS VIDAS MAS OUTROS NASCERAM PARA TEREM DA VIDA MUITO MAIS DO QUE SEGUIR AS MASSAS, O SISTEMA MAS VIVER PELA SUPERIORIDADE DE AMAR OU APRENDER COMO AMAR.
 
ATRAVESSAR NÓS MESMOS E NOSSOS DESEJOS PARA CHEGAR ATÉ DEUS, SE ESVAZIANDO DE SI.
 
QUANTOS QUEREM PAGAR O PREÇO PARA SEREM COMPLETOS SOZINHOS E TER ALGUÉM SÓ PARA CAMINHAR JUNTOS E FELIZES DO QUE ALGUÉM PRA SE SENTIREM COMPLETOS?
 
TENTEI MINHA VIDA INTEIRA CONSEGUIR ALGUÉM QUE EU AMASSE E FOSSE AMADA MAS AS COISAS NÃO DERAM CERTO. QUANDO UM AMAVA O OUTRO NÃO AMAVA. APARECERAM PESSOA BOAS QUE NÃO SENTIA NADA, COMO PESSOAS QUE NÃO VALIAM NADA E EU ME APAIXONEI...VAI EXPLICAR O CORAÇÃO?
 
AS COISAS NÃO SE ENCAIXARAM E QUANDO PARECIA DAR CERTO, MESMO NÃO HAVENDO ESSE GRANDE AMOR E PAIXÃO; NÃO HOUVE ENTENDIMENTO PORQUE GROSSERIAS, NINGUÉM MERECE.
 
ENTÃO, VAMOS BUSCAR EM NÓS, O OUTRO QUE TANTO QUEREMOS E NÃO EXISTE OU ESTA EM ALGUM LUGAR QUE NÃO ENCONTRAMOS E NEM SEI SE VAMOS...
 
CONHECI VÁRIAS MULHERES QUE SONHAVAM EM ENCONTRAR ALGUÉM E TER UMA FAMÍLIA E HOJE, JÁ ESTÃO COM UMA CERTA IDADE E SE CONTENTARAM E VIVER E MORRER, TENDO SUA FÉ EM DEUS E NÃO UM HOMEM MORTAL.
 
MINHA VIDA ESTÁ NAS MÃOS DE DEUS: ELE DÁ E ELE TIRA. ELE É QUEM SABE O QUE QUER PARA MIM E SEJA FEITA A VONTADE DELE PORQUE QUANDO FAÇO A MINHA ACABO ME DANDO MAL E O TEMPO PASSANDO...