quinta-feira, 31 de maio de 2012

QUANDO O CASAMENTO É DE DEUS?



Hoje, tenho certeza que nem todo casamento é de Deus. Tudo tem um propósito: uns para não cometer os mesmo erros, mostrar que nem sempre o que parece ter vindo da Mão de Deus; é de verdade. Outros, para podermos ajudar outras pessoas que passam pelos mesmos ou problemas parecidos, etc.
O importante é aprender e superar a dor, decepção, o engando e se perdoar.
Deus já nos perdoou e nós muitas vezes ficamos pedindo perdão da mesma coisa
É mais difícil nós nos perdoarmos do que Deus nos perdoar.

Acho absurdo mulheres que permanecem casadas mesmo quando são vítimas de grosserias, agressões (de qualquer tipo), todo tipo de traição, etc.
E, muitas pedem aconselhamento nas igrejas e pessoas dizem para as mesmas orarem pelos seus conjuges, verdadeiros monstros e continuarem casadas. Fora quando muitas são mortas.
Escutei vários homens de Deus dizendo que se você fez um casamento e não era de Deus, a partir do momento que se concretizou, passa a ser de Deus e tem que ficar casado, aconteça o que acontecer.
E, no caso de adultério, perdoar mesmo tendo a escolha de se separar.
Então, você fez um casamento num momento infeliz qualquer, por algum motivo que não era amor ou até mesmo fazendo tratamento psiquiátrico com aconselhamento de um psicólogo, aconselhando ser a melhor opção no momento. E, de repente, acorda, casada com uma pessoa doente que usou máscara de bonzinho, começa te maltratar e te humilhar além de seu filho. Nunca amou essa pessoa e sim, teve gratidão e carinho por ter se mostrado prestativo num momento de sérios problemas emocionais...e ainda é obrigada a ficar casada?


No outro caso, o conjugue te humilha, faz escândalos, baixarias, te agride de todas as formas, te trai tanto e com qualquer uma que te passa doença venérea. Te machuca fisicamente e emocionalmente de todas maneiras e você ora mas continua pior. Ainda assim, tem que ser obrigada a ficar casada?

E, dois adolescentes casando sem noção nenhuma, um com 16 anos e outro com 18 anos, onde o conjuge quer ter vida de solteiro e fazer o que quer, a hora que quer. A moça esta aprendendo a cozinhar e lavar roupa porque nunca aprendeu. Nunca trabalharam ou tiveram responsabilidade, como esse casamento irá continuar?
Ainda, o rapaz começa a trair a moça e dizer que não quer mais nada com ela?
Como ser obrigada a ficar casada?

Existem inúmeros casos e ficaria escrevendo sem terminar mas Deus sabe todas as coisas e quem são "as pessoas" para julgarem e condenarem as outras?

Não sabem de nada do que aconteceu e só julgam a separação em si e não os motivos.

Uma vez separada, será uma adultera para sempre?
E, as misericórdias de Deus?
E, sua onipresença, oniciência, onipotência?
E, seu amor, sua graça e a cruz?

Ora, Deus sabe tudo e principalmente sonda nossos corações e sabe nossa sinceridade enquanto as pessoas julgam as aparências e a superficialidade.

Prefiro ficar com que Deus pensa de mim pois Ele me conhece desde o ventre da minha mãe.

Obrigada, Senhor por estar sempre comigo, me renovando, me perdoando e me dando nova chance de fazer tudo certo mesmo com o perigo de poder errar, novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se vc já entrou aqui e me deu seu tempo; agradeço. Se deixou uma mensagem; me deixou alegre. Deus o abençoe...bjs.