sábado, 15 de novembro de 2014

Nossa vida é uma pequena passagem...


Sempre ouvimos essa frase: - Tudo passa!
Mas é uma realidade efetiva paradoxal pois quando estamos passando por momentos ruins que parecem intermináveis: vai passar...
Quando estamos felizes nos braços do nosso amado também irá passar...
Todo o tempo que tive minha avó materna perto de mim, ficava num canto chorando e tínhamos uma sintonia tão grande que ela parecia adivinhar os meus pensamentos...Ela falava sem eu dizer nada: - Para com isso, "fia", a mãe vai durar muito ainda.
Como era bom tê-la por perto, ligar e contar tudo para ela e ter seu amor.
A mãezona, como eu a apelidei, era humilde, simplória, mal sabia escrever o nome e falava várias coisas erradas mas era de uma sabedoria incrível.
Sem teoria nenhuma sabia muito sobre a vida, sobre lidar com as situações, uma resiliência enorme mas isso lhe era próprio.

Por mais que tenha chorado para que vários momentos nunca passassem...passaram e anos e anos se passaram e outros que queria que parecia não passar de tamanha dor, também passaram e isso foi um alívio.

Em tudo que passamos: aprendemos, crescemos, edificamos, ficamos mais fortes mas só se se fizer como verdade o que já dizia, o grande escritor, Fernando Pessoa, "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena...."

Quando a pessoa tem a alma pequena, isto é, uma pessoa que só sabe ver o lado negativo de tudo, quando as temperes aparecem em sua vida, só serve para deixarem mais amargas, murmuradoras, infelizes, cheias de mágoas, rancores e não crescem, não se auto edificam e se empobrecem.

Minha mãezona sofreu muito desde os 14 anos quando casou com meu avô, trabalhou numa tecelagem conhecida historicamente (no tempo dos imigrantes), sofreu inúmeras agressões físicas e verbais, criou 4 filhas e um ano antes de falecer o seu companheiro morreu em sua frente assassinado mas pensa que ela caiu numa depressão? nunca.

Claro que nada disso a deixou feliz no momento do acontecido ou que ela não tenha sentido algo muito triste mas dava a volta por cima de alguma forma. Sempre queria ser útil, sempre tinha uma palavra boa para dar a todos e conseguia te exortar sem te ofender mas por último, foi aprender a tocar violão e cantar até que num acidente de carro, após uma semana, faleceu.

Ela sempre foi um exemplo de superação pra mim.
Tudo que aprendi sobre amor, valores, incentivos, tudo de bom que tive na minha infância e adolescência veio através dela.

Coloquei o sobrenome dela no meu filho e coloquei como meu nome artístico porque ela foi uma grande mulher e a pessoa que mais amei na vida.
Sempre me valorizou, me reconheceu, me amou, me acolheu...
Ela foi minha família, foi tudo pra mim.

Mas tudo passa...


sexta-feira, 23 de maio de 2014

Feirinha de livros no Largo Ana Rosa ao lado do metrô.


Passei hoje de novo na feirinha de livros. É irresistível não passar por lá. Amo livros.
Funciona das 8h às 20h de segunda-feira à sexta-feira e sábado, domingo e feriados das 9h às 17h.
Aceitam cartões de crédito e débito.
Estarão no Largo Ana Rosa até aproximadamente, dia 15 de julho de 2014.
Eles recebem livros novos semanalmente.
Valores, a partir de R$ 5,00.
Página no Facebook: Companhia Livros na Cidade.

Estudei da 1ªsérie até a 5ªsérie, antigo ginásio, no Colégio de freiras, Santa Marcelina, nas Perdizes em São Paulo e lá aprendi a importância de ler. Até hoje lembro de uma frase que ensinaram mas não sei quem escreveu: " Uma casa sem livros é como um corpo sem alma".

Havia uma mini biblioteca em cada classe e uma secretária votada pela classe. Todos nós tínhamos um cartão de leitor e era registrado a data da retirada do livro e entrega. Tínhamos que fazer um resumo de cada livro lido.

Além disso, sempre havia trabalhos de leitura e resumos dos livros lidos para nota.

Tudo isso, me desenvolveu o amor a leitura.

Comprava livros para o meu filho e pegava no pé dele para ler. Teve uma ator que foi entrevistado, não recordo o nome no momento e ele disse que os pais dele dava de castigo de quando ele fazia algo errado, ler livros e hoje é uma pessoa muito bem sucedida.

A Renata Fan, também, falou numa propaganda a respeito de leitura o quanto este estímulo a leitura por parte dos pais, foi importante na carreira e desenvolvimento dela.

Leiam muito. É muito bom. Comece. Force um pouco. No começo, para quem não tem este hábito é um pouco difícil mas quando pegar gosto, não vai mais querer parar...boa viagem a este mundo da leitura.


Como vão fazer Copa do Mundo num país como o Brasil?

No dia que o Brasil foi escolhido para sediar a Copa do Mundo, reconheço que fiquei contente e pensei que até esta data muitas metas seriam alcançadas.

Que seria uma forma de pressionar o governo brasileiro a tomar sérias providências, extremamente, necessárias em todas as áreas principalmente na segurança.

O problema é que chegamos no ano da Copa e pouquíssimas coisas mudaram. Digamos que se 100%, se fizeram 2% foi muito.
Se nós, brasileiros, sofremos com a falta de segurança e conhecemos onde moramos; imagine uma pessoa de outro país que não conhece nada?

Nem quero imaginar quanta violência, assaltos, estupros terá nesse período...

O melhor transporte que temos que é o metrô, não tem estrutura para um simples evento municipal como "A virada cultura 2014", o que dirá o números de pessoas nos dias de jogos na Copa?

Após a multidão ficar gritando: -Pula! Pula!

E quebrarem tudo, liberaram a catraca para todos.Não quero nem ver na hora do "Rush" e ainda com mais pessoas que já tem...aff.

Veio as greves dos policiais em algumas cidades e do transporte público.

Tem vários jornais e outros países escrevendo super mal do Brasil e o quanto é perigoso e o pior que não estão mentindo.

Que Deus guarde os turistas porque se nós vivemos nessa insegurança o que dirá eles que não conhecem nada por aqui.

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Tevê aberta: inúmeros seriados interrompidos sem a menor informação aos telespectadores.

Eu tenho certeza ser uma falta de respeito conosco, telespectadores, cortarem os seriados sem dar nenhum aviso. E, não é uma emissora só que faz isso. São quase todas.

Me lembro que começou um seriado Jack e Jill, comecei a seguir e estava gostando demais, de repente, voltou para o começo e parou. Não sei o que aconteceu até hoje.


O seriado Todos Odeiam o Cris, assisti várias vezes, ele pequeno até ficar adolescente e parava e voltava de novo ele criança. Nunca soube como terminou.



Se depois quiser qualquer informação tem que procurar na internet pois, simplesmente, fica sem informação nenhuma, só fica repetindo os mesmos episódios.

O Dr. House, começou em um episódio adiantado e começava e parava, ficava sem sentido e sem saber qual temporada ou episódio.

CSI Las Vegas,Nova York e Miami, também, começou pelo meio, parou, começou de novo, pulou para um episódio bem adiantado e depois parou de vez.
Eu amava o CSI Las Vegas mas acabou perdendo a vontade de assistir pois mudou tudo e ainda estavam repetindo na tevê aberta.

Começaram um seriado chamado Trauma, também, comecei a seguí-lo, estava gostando e parou tudo do nada.

Agora, tinha começado a seguir "Era uma vez". Estava passando todos os dias exceto finais de semanas e as quartas-feiras e agora nem sei quando esta passando e se ainda esta passando.



E, tem esse outro seriado que eu não gosto muito mas fizeram tanta propaganda e agora nem sei quando passa. Parece que é só uma vez por semana.



De madrugada passa um seriado excelente: Engana-me se puder mas também começou do nada e irá parar do nada, fora que passa muito tarde.



E, tem o seriado Super máquina e Spartacus que não sei como começou e nem quando vai terminar. Eu não gosto e mesmo sendo a única opção no domingo a noite, nem dá pra seguir e depois ficar com cara de boba, sem saber o que aconteceu e porquê parou.

Quando vão ter um pouco mais de respeito conosco e explicar quando começou e quando for parar, avisar também. Se não esta dando audiência, entendemos mas pelo menos colocar informativos e até mesmo a continuação no site da própria emissora.

Não temos quase nenhuma opção e ainda quando aparece uma boa opção nos tiram?

Se alguém lembrar de mais seriados que aconteceram a mesma coisa é só postar.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Muita futilidade enquanto o nosso planeta esta sendo devastado.


Olá, pessoal. Um dia desses atrás, mudando de canais, procurando alguma reportagem interessante (coisa difícil nos dias de hoje), parei por um tempo em uma mulher muito rica que tinha uma coleção de bolsas caríssimas.
Vejo, tanta futilidade passada na mídia como valores reais sendo que a preocupação de um meio tão importante seria de influenciar de modo totalmente oposto.
Tudo bem que vivemos numa sociedade capitalista mas seria necessário colocar o capital a cima do ser humano?
E, mais ainda, a cima do meio ambiente que, dia a dia, vem se deteriorando?
Quando apenas, queremos uma casa confortável, um carro popular, uma certa segurança financeira; normal .Agora, para a grande massa, isso é pensar pequeno, é não ter ambição e ser motivo de críticas.
O normal, para a maioria é ter, ter e ter...não sabem nem o porquê.
Se vocês assistirem apenas um dia, as novelas da Globo, no horário nobre, vão perceber o quanto é valorizado o status, a riqueza material, a futilidade em todos os sentidos.
Uma vez, escutei no ônibus, um adolescente falando para uma menina que quem mostrava o que era certo, era a Globo e como ela não assistia?
Fiquei chocada com esse comentário. E, acredito que como ele, deve haver outros jovens que pensam assim.
Tenho certeza que os meios de comunicação deveriam ter obrigação de exercer influência positiva nas pessoas, principalmente, na informação em relação a saúde, educação, reais valores, meio ambiente e outros assuntos totalmente pertinentes a mudança de hábitos destrutivos que a grande massa pratica.
Nota-se, nitidamente, a diferença do comportamento do cidadão dentro da área do Metrô de São Paulo em relação as outras áreas porque eles tem essa política de educar os usuários. Então, se torna raro cenas de usuários sujando ou destruindo o mesmo.

Estamos refletindo sobre como lidar com o capitalismo tendo em vista a destruição do meio ambiente. Será um círculo vicioso que não tem saída?

Sabemos que não existem medidas sócio-educativas do Estado e Município em relação a esta total falta de consciência do mal que estão causando ao meio ambiente. Particularmente, penso que mudaria muito se os grandes meios de comunicação persistissem em educar, em todos os sentidos, a massa ao invés de manipulá-los ao consumismo desnecessário, impulsivo e incessante.
Escrevo referente a tevê aberta e não a paga pois a grande massa, não tem condições financeira e nem acesso a tevê paga, eventos culturais e lazer. Então, geralmente, a diversão dessa grande população e meio de relaxamento é a tevê aberta que os fazem engolir só lixo cultural e valores destorcidos. Onde vamos parar se tudo isso não mudar?





sexta-feira, 14 de março de 2014

O que é trabalhar em Telemarketing?

ALGUÉM TEM QUE DEFENDER ESSAS PESSOAS E EXPLICAR O QUE É PRA QUEM NÃO SABE POIS NÃO É TÃO FÁCIL QUANTO PARECE.

Aqui é uma empresa qualquer que peguei no google pra explicar como funciona pra quem nunca trabalhou nessa área e acaba com os funcionários que precisam do emprego:
Na maioria da vezes, trabalham 6 h. por dia por lei e só tem uma folga por semana.

O telemarketing ativo

O telemarketing receptivo
Tem empresas que você não pode nem conversar com seus colegas de trabalho e fica como uma estátua, mesmo quando o fluxo de ligação esta baixa, isto é, sem fila de espera.
Agora, mudou algumas leis mas já peguei empresas que os supervisores ou líderes tinham que ficar pedindo para nós nos apressarmos nas ligações pois haviam 100 pessoas na fila esperando pra serem atendidas...verdadeira loucura.
Geralmente, você passa por um treinamento que pode ser a parte teórica mais a prática ou ficar do lado de alguém que eles acham bom funcionário pra ensinar...ainda bem que na maioria dos casos peguei pessoas boas pra me ensinar, só teve uma que foi grosseira.
Acho anti ético citar nomes das empresas mas trabalhei em várias assistências médicas, um laboratório e um jornal de grande porte, particularmente, foi o que eu mais gostei.
De todas as empresas que trabalhei, o que mais gostei foram das amizades que fiz, as pessoas que conheci e que a maioria, talvez, nunca mais as veja mas foram bons momentos trabalhados juntos.
Aconteceram coisas horríveis como: uma mulher querer desabafar o tratamento dela de câncer e depois eu sair para chorar no banheiro, uma recepcionista de uma clínica não entender nada do que eu explicava, começando a discutir e me ofender do nada, uma mulher me ligar 7h da manhã mandando eu tomar naquele lugar porque o jornal dela não havia chegado, várias vezes somos xingados mas você leva um susto e depois temos que rir pra não chorar.
Coisas engraçadas como: uma senhorinha super humilde pediu uma autorização para mim de um exame e falou: - fia, eu tô com tanta dor que tomo na vagina direto e não passa... Eu fiquei constrangida e sem saber o que fazer pois pensei que a mulher estava falando besteira, até que entendi que era "eu tomo Novalgina direto"...rs.



Anônimo disse...

ola amiga... bem ainda bem q ja sai dessa area, pois para mim foi somente momentaneo, (num momento de grande necessidade). Mas tbem agradeço pois aprendi mto, desenvolvi mtas habilidades e conheci pessoas mto interessantes...e ainda por cima me diverti mto. Por isso valorizo mto esse trabalho. Pq realmente kkk...temos q ter sangue frio e mta paciencia...Tah valendo! Milla
18/04/2010 22:05:00


Anônimo disse...

hoje e sua entrevista de emprego para operador de telemarketing.Qual defeito e qualidade vc me falaria para garantir essa vaga?
10/09/2010 20:22:00


Katia disse...

Desculpe a demora mas só vi seu comentário agora. Eu responderia que qualidade é ser dedicada, compromissada e defeito ser muito organizada. Coisas que podem ser consideradas defeitos conveniêntes...espero ter ajudado...bjs.
28/09/2010 00:40:00


Anônimo disse...

Espero não voltar a trabalhar mais nessa área, é muita pressão para agilizar o atendimento, e na maioria das vezes,não ajudamos o cliente de fato, trabalhei em uma empresa de seguro de saúde, sempre atrasavam o prazo de análise de exames e td hr que o cliente ligava tinhamos que passar uma previsão diferente, pq falavamos com a area responsavel e eles não passavam informação alguma, a supervisão tbm nao podia fazer nada, e eram casos sérios, de pessoas com câncer precisando de quimioterapia e muitas vezes aguardando 1 ou 2 semanas para uma autorização, um caso também de uma mulher que teve um aborto espontâneo e já faziam 3 dias que o convênio nao liberava o procedimento da retirada dos fetos, e eu lembro que eu falei com a supervisão que nao se importou nenhum pouco, passei para a area responsavel que parecia que nao tava nem aí.E ainda era acusada de "derrubar" um grande número de ligações, o que não era verdade.Graças a Deus fui mandada embora daquele lugar!
16/01/2011 16:40:00


Katia disse...

Agora, as empresas estão fazendo o esquema de dar advertências pra mandar embora por justa causa. Eu passei por isso, vc quer ajudar as pessoas e se coloca no lugar delas enquanto as pessoas não estão nem aí. Parece que não se trata de ser humano. Eu não queroo mais porque não consigo ser tão fria, com as pessoas morrendo do outro lado e ser obrigada, na época, por causa da necessidade de sustentar meu filho. Obrigada pelos comentários. Deus abençoe em sua nova vida.
16/01/2011 22:12:00
nubia disse...
gostaria de saber como lida com meta e pressão neste trabalho???
20/01/2011 20:10:00


Katia disse...

Eu trabalhava mas procurava, pensar em outras coisas e boas, principalmente, quando não tinha o que fazer pois somos limitados. No começo, foi difícil mas depois vc vai não esquentando com a pressão da empresa. Faça seu trabalho bem feito e brinque nas horas vagas, lanche, discontraia o máximo. Não leve o que o cliente fala para o pessoal. Cada pessoa tem seu limite, perceba o seu antes de ficar com estress...eu saí disso, estou me formando esse ano em Pedagogia...bjs.
20/01/2011 21:40:00


Anônimo disse...

Obrigado pelas informações primeiramente.Tenho 18 anos terminei o ensino médio ano passado,estudo muito em casa,pretendo prestar vestibular final do ano e tenho uma vida tranquila em casa,financeiramente falando por conta dos meus pais.Porêm é aquela coisa ,maior de idade quer adiantar e ter o seu proprio dinheiro. Gostaria de uma opinião de vcs,recebi uma prosposta de emprego na area de telemarketing numa empresa de telefonia. Será que dá pra conciliar? Ou o stress e a pressão n deixará? E após os 18 anos,com 19 n fica muito tarde pro 1º emprego inclusive no próprio telemarketing? Obrigado desde já
25/01/2011 16:00:00


Katia disse...

Olá, eu te entendi. Só posso dizer por mim...eu iria pegar o emprego, não pelo dinheiro, como vc mesma explicou mas estamos num mercado muito competitivo e sem experiência, fica difícil o primeiro emprego. As empresas de telemarketing oferecem a chance do primeiro emprego e isso é positivo além disso, as amizades que vc faz, não tem preço. Amei o convívio com muitas pessoas nesta área. Houve decepções, pessoas grosseiras, sem paciência mas tem outras que vc levará para vida toda. É divertido. Eles criam momentos de confraternização, incentivos e não me arrependo desses anos que passei, nesta área. Pensa que é um trampolim para outras coisas melhores...boa sorte...bjs. Espero poder ajudar. Toda experiência vale à pena.
25/01/2011 18:29:00


Anônimo disse...

Oi eu gostaria de saber como é o teste para trabalhar como telemarkenting pois recebi essa proposta é realmente dificil ou nem tanto como dizem? Por favor respondem logo pois ja estou quase de saida.
08/02/2011 11:37:00


Anônimo disse...

Tudo bom? Eu quero saber se uma pessoa que trabalha nessa área recebe somente comissão ou tem sim um salário específico...
08/02/2011 11:44:00


Katia disse...

Oi,sorte a sua porque abri agora o pc. Tem que se mostrar segura e ter saida pra tudo que perguntarem, mostrar interesse, nunca colocar dificuldade em nada, ser disponível, atenta, não demonstrar nervoso e se perguntarem defeitos e qualidades não vá falar besteiras.QQ coisa me mande e-mail...fique trnquila. kaepe9@yahoo.com.br
08/02/2011 11:56:00


Katia disse...

Olá, tem os dois tipos: tlmk receptivo e ativo. Conheço pessoas que ganham muito bem no ativo com comissão mas a pressão é maior e, no meu caso, só trabalhei com receptivo. Nunca quis o ativo mas cada um tem um perfil. Eu não gosto de cobrança e pressão pra cumprir metas de vendas...passo até mal...rs...depende de vc. Tem pessoas que se dão super bem e não querem o que eu trabalhei por ter o salário fechado. Eu vendia várias coisas para acrescentar minha renda, para colegas, sem pressão...boa sorte.
08/02/2011 12:03:00


Anônimo disse...

Eu gosto mto desse blog pois ele me interessa muitissimo PARABÉNS por essa ideia q ela nunca se acabe qualquer duvida te mando uma perguntinha!...AbraçoOoOoOOo...
08/02/2011 23:52:00


Katia disse...

Que gentileza. Obrigada...bjs.
09/02/2011 11:36:00


Anônimo disse...

ola recebi uma proposta de atrabalhar de agente de atendimentos telemarketing receptivo no sac para o banco itau o horario é das 14;10 as 20;30 escala de 6x1 salario de 720 mais beneficios vc tem algo a me dizer sobre esse serviço se é muito cansativo sobre o salario??desde ja agradeço de coração
28/02/2011 15:51:00


Katia disse...

Está compatível com o mercado. Quanto ser receptivo, particularmente, prefiro. Todos são assim, quando oferecerem menos do que isso, só se for para não ficar parado. E, apesar da responsabilidade é melhor do que área da saúde. Boa sorte...bjs.
28/02/2011 18:05:00


Anônimo disse...

Eu recebi uma proposta para trabalhar em uma empresa de telemarketing das 9:00hs às 15:00hs da tarde. Já fiz o teste que é necessário e não achei nenhum pouco fácil não vendi nd. Estou em dúvidas se vou ou não, o q vc acha?? O bom é q é registrado mas para isso acontecer eu preciso vender 20 prdutos durante um mês se nao sou demitida. Estou muito confusa me ajude. POR FAVOR...Também me de dicas para eu falar bem no telefone OBRIGADA Amiga...
06/03/2011 01:04:00


Katia disse...

Mil perdões pro demorar em responder. Tenho o hábito de ser super atenciosa com as postagens mas passei por problemas e estava sem condições de te ajudar. Vamos lá: as pessoas que trabalham na área de tlmk ativo, geralmente, vender ou cobrar, é quem tem o perfil mais agressivo e menos sensível. Aí vc deve se avaliar. Existem técnicas de vendas manipuladoras onde vc não deixa o outro lado sem alternativas, só comprar e ele pode comprar por ter sido manipulado e depois se arrepende ou não ter jeito nenhum. Em todos lugares tem que existir cursos antes, incentivos, etc. Dicas gerais que posso dar: nunca demonstre nenhum tipo de insegurança, verifique sua impostação de voz se esta adequada (nem tão suave e nem tão agressiva, saiba dar cortes com educação na conversa, nunca o cliente deve conduzir a conversa, só no caso de você observar as necessidades dele pra entrar com outra tática de vendas...é um assunto extenso, tem cursos e cada palavra e gestos tem significado no mundo das vendas. Espero poder ter ajudado. Qualquer coisa mande e-mail. Deus abençoe.
13/03/2011 19:17:00


Anônimo disse...

trabalho como supervisora de telemarketing receptivo e ativo.amo o que faço.Mas as vezes me angustio por achar que minha equipe poderia produzir melhor o que vc acha disso? Não trabalho com vendas mais em intituição filantropica
02/04/2011 20:41:00


Katia disse...

Cresci nesse ambiente pois os meus pais eram donos de uma instituição filantrópica. Vou responder só sobre sua pergunta porque não concordava com uma série de coisas nesse ramo. A equipe dá o melhor de si quando há uma competição, estímulos, algo que se fizerem, não ganharam apenas o salário mas algum reconhecimento. Quando vc se sente mais um, pensa apenas na sua necessidade básica e mesmo assim, vai desanimando...bjs.
03/04/2011 17:02:00


Fellipe disse...

Olá parabéns pelo blog, serviu de muita serventia para mim, pois sou jovem e estou a procura de meu meu primeiro emprego, tenha uma ótima noite ^^ Grato.
05/04/2011 22:52:00
Aline disse...
Oi Katia, fui chamada pra uma entrevista e vou trabalhar como ativa! Tenho que confessar que sou um pouco insegura.Tenho fé que vai dar tudo certo! Preciso pelo menos ficar um pouco calma, rs. Teria como me dar algumas dicas? Muito Obrigada.
07/04/2011 12:06:00


Anônimo disse...

Olá Kátia, estava a procura de tirar alguma duvidas sobre o trabalho de telemarketing é acabei no seu blog, você pode não acreditar mas quando li sobre você percebi o quanto nós somos parecidas, tenho 33 anos, uma filha, e sou cristã, não gosto de mentira,estou precisando tirar algumas duvidas com você... em telemarketing tambem trabalhamos finais de semana??? me falaram que o salario é 500,00 mais 250,00 de bonificações, será que é real?? um abraço, Deus te abençoe... Kátia Almeida Souza
07/04/2011 15:26:00


Katia disse...

Felipe, obrigada, fico a disposição. Aline, não tem porque ficar insegura, ainda mais quando todos vão estar como você...rs. A diferença é ter controle sobre sua insegurança e demonstrá-la. Dicas: pense em tudo que te faz feliz e te deixa segura e não se concentre que será avaliada. Sei que tem pessoas que quando falam a elas que vai ter uma prova, um teste, entra em desespero e mesmo estando preparada estraga tudo. Relaxe. Perceba seu corpo se esta bem sentada na cadeira, não fique se mexendo muito, se as mãos tremem, esconde-as disfarçadamente. Treine, ser segura, mesmo não sendo. Eles avaliam se a candidata é segura, boa dicção, sabe o que quer e se quer subir na empresa. Nunca fale que não quer. Responda tudo com firmesa mesmo que no improviso. Se falar não sei ou demonstrar isso: "dançou". Eu não tenho estrutura pra trabalhar com ativo mas tente. Só sabemos tentando. Qualquer coisa estarei por aqui. Espero ter te ajudado. Deus abençoe. Bjs.
08/04/2011 10:15:00


Katia disse...

Oi, Katia, raramente, tem empregos de tlmk que não trabalham fim de semana, geralmente é um sábado ou um domingo e ainda tem empresas que dão a folga na semana mas aí eu acho terrível. Fiquei sem muitos finais de semana, ainda mais quando resolvi por 3 meses ficar em dois empregos de tlmk., vivia pra trabalhar. Tem o piso mínimo que não sei qual é hoje, os aumentos acontecem em todo mês de maio, conforme o síndicato da área e a porcentagem é sempre pequena e os benefícios depende de cada empresa. Quando surgiu essa área, ganhava-se muito bem, todos benefícios, tudo de bom mas agora esta decaindo cada vez mais. Qualquer coisa estarei por aqui e tem meu e-mail. Tudo vale como experiência e conta na carteira de trabalho também. Sempre tentei ficar pelo menos 1 ano em cada empresa, só teve uma que fiquei 9 meses e por intriga da oposição...bjs...fico feliz de vc ter afinidades comigo. Deus a abençoe.
08/04/2011 10:23:00


Anônimo disse...
Oi Katia, adorei seu blog. Eu estou muito insegura, fui chamada para uma entrevista em uma Empresa de Telemarketing, dia 09/05, e não sei o que fazer... Tenho 34 anos, e estou a mais de 2 anos sem trabalhar, no meu último emprego fiquei mais de 12 anos,tinha um ótimo salário, e gostava do que fazia. Mas estava passando por um momento difícil, e precipitadamente pedi para sair. Desde então tive algumas ofertas de emprego, mas nenhuma deu certo,como não aguento mais ficar em casa,resolvi tentar esta nova área. Vou ganhar 1/4 do que ganhava....o que vc acha, será que vale a pena? Obrigada Denise
06/05/2011 21:35:00


Katia disse...
Oi, Denise,isso depende qual é sua necessidade maior e o que gosta mais. Se eu não precisasse trabalhar e tivesse como me manter, preferia estudar do que trabalhar pois estaria ocupando meu tempo com algo que gosto. Agora, se não gosta de nada em específico e sente necessidade de fazer parte de algo, vá em frente. Tudo é experiência e válido. Se não gostar, peça demissão. Mas se for algo sério, pense. Acredito que para não demonstrar falta de profissionalismo deverá ficar pelo menos um ano, no serviço e outra que você esta fora do mercado e isso não é bem visto no mundo competitivo, então deve começar por algum lugar e dar o melhor de vc e depois continuar procurando algo que tenha mais a ver com sua área. Quanto a salário...todos estão abaixando, então não há comparação. Pense que é um novo recomeço em sua vida pois faz um tempo que esta fora do ercado. Boa Sorte, seja o que vc decidir. Estarei por aqui...bjs.
07/05/2011 00:13:00



Anônimo disse...
olha tamben trabalho com isto apesar da presao gosto de conversar com pessoas sao vidas diferentes historias diferentes , falo com pessoas que contam suas vidas inteiras em um segundo como falo com pessoas assim mal humaradisssimas que discontam tudo em vc maos mais facil nao ti conhecem mais Deus abençoe nos nesta batalha de poucos minutos tentar levar uma mensagem boa . trabalho com tlmk de doaçao de cancer pedindoa ajuda é gratificante 2 vezes ganho e dou paz paz
12/06/2011 00:29:00
Anônimo disse...
Fico feliz por vc...Deus continue te abençoando...Katia
12/06/2011 11:06:00


Anônimo disse...
Querida,bom dia!Estava pesquisando sobre empregos de telemarketing e vi o seu blog.Quero te pedir uma ajuda se possível. Eu tenho 39 anos,sou casada,sem filhos,malho diariamente há 18 anos. Amo muito,malho por amor,com disciplina e entusiasmo. Para a minha realização. Já pensei por diversas ocasiões em fazer faculdade de educação física,uma vez que,todos a minha volta vêem que me enquadro muito e totalmente dentro desse perfil. Tive oportunidades para isso e não concretizei. Hoje,me vejo sem condições financeiras para arcar com a mensalidade. Quero trabalhar,para me sentir mais útil,realizada profissionalmente. O meu marido é maravilhoso,o que pode me custiar faz com muito carinho. No entanto,não em todas as aréas.Não pode pagar a minha faculdade. Tudoooo eu o peço. Sou muito disciplinada ao que me proponho fazer,mas,não entendo essa insegurança que carrego ao longo dos anos. Já fiz diversas entrevistas para uma empresa grande aqui no rio de janeiro.Muitas pessoas são contratadas para trabalhar lá como op.de tlmk. Pessoas aparentemente até bem menos dentro do perfil que eles pedem. Eu nunca passei em uma entrevista. E sou extremamente comunicativa,simpática.Apesar de não ter um vasto conhecimento em informática,penso que o treinamento é para isso,certo? Que a prática,dedicação,capacita o profissional.Acontece,que reiniciei a minha busca por emprego,e mais uma vez,fui chamada para uma entrevista nessa empresa,e a insegurança me acomete,e também a falta de estímulo,já que por diversas vezes não deu certo. Amiga,me ajuda,pode me dar uma orientação???Obrigada, DEUS te abençõe hoje e sempreee...beijos abençoados.
13/06/2011 11:25:00



Anônimo disse...
Olá, teria que conversar com vc para saber em qual ponto falhou e corrigir. Meu e-mail é kaepe9@yahoo.com.br...espero dar dicas por aqui que possam ajudar: 1- roupas discretas que mostrem profissionalismo, eles não gostam de pessoas que chama muito atenção. 2- falar o necessário, nem mais e nem menos e com muita segurança. 3- segurança é a palavra chave, na postura, no tom de voz, demonstrando que vc quer. 4- se mostrar que quer trabalhar só para passar tempo ou temporário, eles não quererem, querem alguém que mostre que quer subir na empresa. 5- Mostre que tem conhecimento da empresa, do trabalho e é isso que quer mas sem ansiedade. 6- demonstre que gosta de trabalhar em equipe e não mostre tanto sua preocupação com o corpo, nesse mundo isso é negativo. 7- depende do teste que vão aplicar e as perguntas, como vc já fez, precisa perceber onde tropeçou. Eu não passei em um teste de uma empresa e mandei outro currículo, tomei posturas diferentes e passei, percebi qual resposta errei. Se puder ajudar mais...fico a disposição. Assim que ver, respondo...bjs...boa sorte.Ps.: vc tem muitas qualidades mas não esta conseguindo mostrá-las...Katia
13/06/2011 12:48:00



Anônimo disse...

Obrigada,muito obrigada mesmooo por ter respondido ao meu comentário. Fiquei muito feliz. Adicionei você ao meu e-mail. Se puder entrar para conversarmos,ficarei não apenas grata,mais super,super feliz. Me chamo SHIRLIE,e segue o meu e-mail para você: shirlie2010@hotmail.com .Kátia,mais uma vez obrigada pela consideração. E anotarei todas as dicas que você postou no blog,e me orientou tá? Beijos abençoados. DEUS te proteja hoje e sempreee...

13/06/2011 19:49:00 é o que tenho 15 anos de experiência, então posso explicar melhor. Todos seguem o padrão abaixo, separados por baias, sua liberdade depende de cada empresa, o tamanho pode ser bem menor do que nesta foto, dada como exemplo. é aquele que o funcionário liga pra sua casa oferecendo algo ou cobrando algo que você deve. Eles tem metas a serem cumpridas, tanto de ligações como de vendas, se for o caso e se não cumprirem, não servem para empresa. É uma pressão direto. E, tem direito a 15min. ou 20min. pra tomar uma café ou comer algo.

1001 T.R.I.P. Brazil12 de novembro de 2011 11:45
Gostei do seu Blog , boas dicas . Vou seguir suas noticias . Um abraço.

quinta-feira, 13 de março de 2014

Algumas Experiências em Atendimento


Nesse primeiro momento vou escrever sobre o teleatendimento receptivo. Tem tantas coisas pra escrever que não dará somente em uma postagem.
Esse tema pode ser considerado arcaico e repetitivo pois toda empresa deste seguimento zela por um excelente atendimento.
Eu fiz muitos cursos, uns recebi certificados e outros não mas todos com essa ênfase.
Me considero uma excelente atendente e funcionária em geral. Procurava fazer o possível e muitas vezes o impossível pelo cliente.

Uma vez, atendi uma cliente que precisava fazer um exame com muita urgência e não havia horário nenhum mas fiquei tão preocupada com a situação que peguei o nome e telefone e disse que ía fazer o possível pra conseguir horário pra ela mas teria que ser somente na segunda-feira porque não tinha autonomia para isso. Pedi para minha chefe direta e mesmo ela não gostando de mim (aconteceram vários casos desses gratuitamente), falou com quem cuidava das agendas dos médicos e consegui um horário pra cliente. Perguntava direto se já tinha visto o caso para mim, acho que até fui chata pela insistência mas consegui.

Liguei para cliente e informei que havia conseguido. A cliente ficou super feliz e veio fazer o exame mas aí veio a surpresa...ela me deu dois presentes lindos e caros.

Fui a única a ganhar presente no setor até eu sair de lá. Claro que tinha ótimas atendentes. Me recordando, não me lembro de nenhuma ruim, grosseira ou coisas do tipo mas tive a felicidade de ser agraciada por uma cliente.

Eu sempre falei que o maior retorno que um profissional do atendimento pode ter, é o reconhecimento dos clientes pois dos supervisores, é difícil.

Acredito que um excelente atendimento começa quando você continua sendo "humano" pois que esta do outro lado da linha não é apenas mais um, tem vida, problemas, dificuldades iguais a você.

Se tem algo que detesto num atendimento é quando a atendente fala um script e pergunta: - Algo mais senhora?

Como dizendo, já falei tudo que a senhora queria, agora faça o favor de desligar logo que já esta enchendo o saco...ninguém merece.

Se pergunta:- Posso ajudá-la em algo mais?
Tem mais alguma dúvida?

Mas algumas centrais de atendimento, não deixa o atendente falar assim porque diz que aí que o cliente não desliga e irá estourar no tempo médio (3 min por ligação).

Onde esta a qualidade, então?

É diferente um atendente que não sabe direcionar o cliente e cortar educadamente o cliente daquele que esta fazendo seu serviço bem feito com uma atenção diferenciada.

Tem clientes carentes e se você deixar ficam horas com você no telefone porque se sentem sós e nesses casos devemos explicar que estamos trabalhando e não podemos ficar conversando outros assuntos que não sejam pertinentes a empresa e ao cliente. Eles entendem e sabem disso.

Nem todo atendimento é demorado e nem todos rápidos demais e se deve dar atenção aos dois casos.
Eu achei excelente uma vez que o cliente estava com um problema sério e não tinha autonomia para resolver mas estava dando toda atenção e foi passando o tempo e ele insistindo...fiz sinal a um atendente lider para escutar junto comigo e esse excelente profissional além de escutar toda a conversa foi me orientando e vendo com o supervisor dele o que poderia ser feito.

Isso, sim, é você contar com um suporte e não ter um supervisor só para te cobrar de tudo.

Em outra postagem vou escrever sobre o papel do supervisor.

Algo muito gratificante em todas as profissões é você poder perceber, nitidamente, os maus e bons profissionais...pena que nem todas as pessoas conseguem ter essa visão e generalizam todos por alguns.